terça-feira, 20 de fevereiro de 2018

Colóquio: "A transmutação do Património, da Cultura e da História de Portugal, em fatores de promoção turística e de desenvolvimento regional", Instituto Politécnico da Guarda, dia 9 de março de 2018


Caríssimos(as),

O ano de 2018 ainda mal começou, mas o GRHMA não para!

De facto, encontra-se já agendada uma nova e interessante iniciativa cultural para o próximo dia 9 de março, pelas 11.00 horas, no Instituto Politécnico da Guarda (IPG), que irá permitir a abordagem de um conjunto de temas muito interessante, melhor descritos no cartaz supra.

Um dos objetivos deste evento está relacionado com a análise do considerável potencial, de que o nosso país é detentor, ao nível do nosso Património, da nossa Cultura e da nossa História, bem como da análise da conversão que é possível fazer desse potencial em desenvolvimento económico e turístico, em especial nas regiões mais periféricas de Portugal. 

Esta iniciativa só irá ser possível graças à prestimosa colaboração da Direção e do corpo docente do IPG, que desde o primeiro momento mostraram disponibilidade para cooperar com o Município de Almeida e com o GRHMA, na organização e na realização deste evento nas respetivas instalações, e a quem agradecemos penhoradamente todas as atenções dispensadas.

Este evento está interligado com a nossa Escola do Soldado, prevista para os próximos dias 17 e 18 de março, na vila de Almeida, uma vez que os participantes deste Colóquio terão ainda a oportunidade de também participar em diversas atividades histórico-militares, que ali irão ter lugar.

Este é, por isso, um evento a não perder!


Pedro Casimiro




segunda-feira, 19 de fevereiro de 2018

Workshop: "Sacolas, algibeiras, reticules e outras vaidades do início do séc. XIX", Almeida dias 24 de fevereiro e 3 de março.


Caríssimos(as),

Aqui está uma oportunidade para as senhoras ficarem ainda mais elegantes!

Nos próximos dias 24 de fevereiro e 3 de março, vai realizar-se em Almeida uma interessante iniciativa cultural organizada pelo GRHMA, relacionada com a confeção de interessantes acessórios femininos em uso no início do séc. XIX, onde se incluem as chamadas sacolas, as algibeiras e as reticules.

Como todos os homens sabem (ou deviam saber...), o que acontecia há 200 anos e que também acontece hoje em dia é que TODOS os acessórios que as senhoras usavam, e usam, não se destinam a impressionar os homens, mas antes...a impressionar as outras senhoras que os vêm...

Por este motivo, as senhoras que quiserem ficar a ser detentoras de conhecimentos e de motivos válidos para despertarem a admiração de todas as suas amigas e vizinhas, só têm que comparecer e assistir a esta interessante iniciativa!


Pedro Casimiro




segunda-feira, 12 de fevereiro de 2018

Escola do Soldado, edição 2018: Almeida, dias 17 e 18 de março de 2018


Caríssimos(as),

Aproxima-se a data do evento por que todos(as) vós esperavam!

Na verdade, o inverno já vai longo e as tropas estão inquietas e ansiosas por sairem dos seus acantonamentos, para voltarem a pegar em armas em defesa da História de Portugal. E é precisamente para isso que serve a já famosa Escola do Soldado, que se irá realizar na fantástica fortaleza de Almeida e na acolhedora aldeia de Freineda, entre os dias 17 e 18 do próximo mês de março!

Esta será mais uma oportunidade não só para relembrar procedimentos táticos e de segurança, como também para introduzir os novos recrutas à vida de soldado histórico-militar, nos árduos treinos previstos para o dia 17 de março, em Almeida. A deslocação prevista para a Freineda, no dia 18 de março, irá servir para pôr em prática esses treinos, a que depois se seguirá o habitual e copioso banquete, servido com o carinho habitual pelos(as) nossos(as) amigos(as) desta aldeia.

Para além da vertente cultural histórico-militar, este evento possui outros atrativos e complementos culturais interessantes, tais como um workshop de fotografia, sob a direção do excelente profissional Carlos Marques, e uma tertúlia alusiva ao tema "A importância da música no início do séc. XIX", sob a orientação do professor doutor Rui Bessa.

Este é um evento a não perder, com o selo de qualidade do GRHMA e do Município de Almeida!


Pedro Casimiro




sábado, 10 de fevereiro de 2018

BTL 2018 - Bolsa de Turismo de Lisboa: dias 28 de fevereiro a 4 de março de 2018


Caríssimos(as),

Aproxima-se mais uma oportunidade para o GRHMA poder contribuir para a promoção e para a divulgação do concelho de Almeida!

Efetivamente, o GRHMA recebeu mais um amável convite proveniente do Município de Almeida, no sentido de uma participação neste evento, com vista a colaborar na promoção do concelho de Almeida enquanto destino turístico de excelência, designadamente na vertente da divulgação do respetivo e inigualável património histórico-cultural, que possui uma relevância importante para Almeida ao nível do chamado Turismo Histórico-militar.

E de facto a Bolsa de Turismo de Lisboa é um dos locais de excelência para promover este objetivo, uma vez que constitui o maior evento português direcionado à divulgação da indústria do turismo, a nível nacional e internacional, e que este ano será especialmente relevante tendo em conta a recente designação de Portugal como o Maior Destino Turístico do Mundo, por parte da prestigiada organização internacional do World Travel Awards.

Assim sendo, no final deste mês todos os caminhos irão dar à BTL!


Pedro Casimiro




segunda-feira, 5 de fevereiro de 2018

III Reunião da Rede Ibérica de Cidades Napoleónicas: Almeida, dia 27 de fevereiro de 2018


Caríssimos(as),

Está agendada para o próximo dia 27 de fevereiro a realização de mais uma reunião da Rede Ibérica de Cidades Napoleónicas, que desta vez irá ter lugar na formosa vila de Almeida, em Portugal.

Como sabem, esta Rede é composta exclusivamente por localidades que estão integradas e são associadas da chamada Federação Europeia de Cidades Napoleónicas, que é uma associação sem fins lucrativos que visa, designadamente, promover uma união e uma maior coordenação entre as diversas localidades europeias cuja História foi influenciada por Napoleão, tendo por objetivos essenciais:

a)- apoiar e promover de intercâmbios culturais a nível histórico, mediante a realização de seminários, colóquios e publicações temáticas;

b)- apoiar e promover ações destinadas à preservação e divulgação do património histórico-cultural associado às Guerras Napoleónicas;

c)- colaborar no desenvolvimento de atividades destinadas à valorização do passado, mediante a realização de exposições, eventos artísticos, roteiros históricos, intercâmbios universitários e desenvolvimento turístico em geral.

Nesta perspetiva, a Rede Ibérica de Cidades Napoleónicas traduz-se num esforço, da parte de diversos municípios espanhóis e do município de Almeida (que por enquanto é a única localidade portuguesa integrada neste projeto), no sentido de promover e de concretizar, ao nível da Península Ibérica, este projeto de intercâmbio cultural de dimensão europeia.

As entidades que estarão representadas neste evento são as seguintes:

  • Município de Almeida
  • Ayuntamiento de Aranjuez
  • Ayuntamiento de Astorga
  • Ayuntamiento de Ciudad Rodrigo
  • Ayuntamiento de Fuentes de Oñoro
  • Ayuntamiento de Lerma
  • Ayuntamiento de Móstoles
  • Ayuntamiento de Uclés
  • Ayuntamiento de Vitoria
  • Representante da Federação Europeia de Cidades  Napoleónicas
  • Asociación para el Desarrollo de la Comarca de Ciudad Rodrigo (ADECOCIR)

Sem dúvida que o GRHMA também irá estar disponível para colaborar com o Município de Almeida na realização deste evento, no sentido de contribuir para que o mesmo se converta num perfeito sucesso.


Pedro Casimiro




sexta-feira, 2 de fevereiro de 2018

Museu Histórico-militar de Almeida: Exposição temporária “Juan Martín Zermeño Ingeniero del Rey - Las Fortificaciones Abaluartadas del Siglo XVIII”


Caríssimos(as),

Aqui fica uma nota relativa a uma interessante exposição, que vai ter lugar no nosso já conhecido Museu Histórico-militar de Almeida, entre os próximos dias 22 de fevereiro e 18 de abril, alusiva a um conjunto de projetos no campo da engenharia militar, desenvolvidos por Juan Martín Zermeño.

Este engenheiro militar nasceu no ano de 1700 em Salamanca, Espanha, e dedicou grande parte do seu trabalho ao estudo e à realização de trabalhos ao nível de fortificações e sistemas defensivos de elevada qualidade técnica, praticamente em todo o Império Espanhol. Também a fortaleza de Almeida conheceu uma intervenção deste técnico qualificado, ao nível ao elaboração da chamada "Planta da Praça com as Obras Adicionais, 1736, assistida por José Fernandes Pinto de Alpoim".

A exposição é composta por um conjunto de 67 painéis, que ilustram um equivalente número de projetos ao nível da engenharia militar, realizados em Espanha, África Cuba, Filipinas, Venezuela, Honduras, Uruguai e Chile.

É mais um evento histórico-cultural a não perder!


Pedro Casimiro



quarta-feira, 31 de janeiro de 2018

Evento: Teatro de Sombras Chinesas "Sombras da Batalha" - Centro de Interpretação da Batalha do Vimeiro, dia 3-2-2018


Caríssimos(as),

Cá está mais um original evento cultural, promovido pelo Centro de Interpretação da Batalha do Vimeiro (CIBV)!

Uma vez mais, os mais pequeninos (sem exclusão dos mais graúdos...) vão ter uma oportunidade de ouro para iniciarem, ou desenvolverem, conhecimentos acerca da História de Portugal, através de uma iniciativa que vai aliar a arte milenar das Sombras Chinesas, também apelidada de Teatro de Sombras, ao desenvolvimento de uma narrativa, que sem dúvida terá a habitual qualidade dos eventos promovidos pelo CIBV, a propósito da famosa Batalha do Vimeiro.

Mais informações acerca deste evento podem ser obtidas AQUI.


Pedro Casimiro



segunda-feira, 29 de janeiro de 2018

10ª Feira de Caça, Pesca e Desenvolvimento Rural em Vilar Formoso: dias 2 a 4 de fevereiro de 2018


Caríssimos(as),

Aproxima-se a data da realização de um dos mais relevantes eventos de promoção turística e regional da Beira Alta, organizado pelo Município de Almeida!

Trata-se da 10ª edição da Feira de Caça, Pesca e Desenvolvimento Rural, que irá ter lugar em Vilar Formoso entre os dias 2 e 4, do próximo mês de fevereiro, que tem por objetivo essencial a promoção e a divulgação de setores regionais tais como a caça e pesca, o artesanato, produtos alimentares, destacando-se o enchido e a doçaria tradicional.

Entre muitas outras atividades, este evento contará com demonstrações de montarias ao javali, de largada de perdizes, demonstrações de caça com cachorros coelheiros e com aves de rapina, para além de uma exposição de cães de matilhas e de atividades de tiro virtual.

Uma vez mais, o GRHMA recebeu um amável convite proveniente do Município de Almeida no sentido de uma presença e participação neste evento, com vista à colaboração na promoção do património histórico-cultural do concelho de Almeida e de Portugal, enquanto fator relevante de atração do chamado Turismo Cultural e do Turismo Histórico-militar.


Pedro Casimiro



quarta-feira, 24 de janeiro de 2018

O Arquivo da Associação Napoleónica Portuguesa: a primeira edição do Cerco de Almeida (16 a 18 de setembro de 2005).


Carissimos(as),

O nosso amigo Faria e Silva andou a remexer e a tirar algum pó acumulado dos seus arquivos, tendo encontrado e enviado esta imagem, relativa à primeira deslocação dos elementos da Associação Napoleónica Portuguesa (ANP) à vila de Almeida.

Pois é, foi no já longínquo ano de 2004 que a ANP, em coordenação com o Município de Almeida, se prontificou a colaborar na defesa das muralhas da fortaleza de Almeida, dando os primeiros tiros e lançando os alicerces daquele que, atualmente, é o maior (e porventura o melhor...) evento histórico-cultural peninsular, alusivo às Invasões Francesas.

Não chegavam a uma dúzia, os soldados do, na altura, recentemente criado destacamento do Batalhão de Caçadores nº 6 (Companhia de Atiradores), que participaram neste evento, em articulação com um destacamento histórico-militar de infantaria de linha, do Regimento de Infantaria nº 16, que era integralmente composto por soldados do Exército Português

No ano seguinte (16 a 18 de setembro de 2005) realizou-se a primeira edição do Cerco de Almeida, enquanto evento de recriação histórica organizado de raiz, já com a presença e a participação de algumas dezenas de recriadores históricos, provenientes de Espanha, França e Reino Unido, para além dos elementos da ANP.


E aqui temos um dos mais elegantes e vistosos elementos do Batalhão de Caçadores nº 6!

Conforme referiu o nosso amigo Faria e Silva na sua mensagem, é pertinente recordar uma vez mais e registar para a posteridade, o nome daqueles soldados histórico-militares que estiveram presentes neste início, e que desbravaram o caminho para a evolução e para as "gerações" subsequentes:

- Faria e Silva
- Pedro Casimiro
- Sérgio Coelho
- José Patena
- João Lisboa
- Rui Ramos
- João Maia
- Pedro Henriques
- António Viana

Será também pertinente recordar que neste início, todos os elementos da ANP suportavam os custos inerentes à aquisição das suas armas, uniformes e de todo o equipamento necessário, bem como o custo de aquisição da pólvora. Suportavam também o pagamento de todas as despesas inerentes a alojamento e refeições, para participar em eventos realizados em Portugal e no estrangeiro, com o único e exclusivo propósito de terem uma participação ativa na promoção  deste  património histórico-cultural, que afinal é de todos nós, e que importa continuar a contribuir para a respetiva divulgação e preservação.


Pedro Casimiro



terça-feira, 23 de janeiro de 2018

Tertúlia "A Legião Portuguesa ao Serviço de Napoleão": dia 16 de fevereiro de 2018, 11.00 horas, Direção de História e Cultura Militar (Lisboa)

Caríssimos(as),

Está agendado para o próximo dia 16 de fevereiro de 2018, pelas 11.00 horas, a realização de um interessante evento cultural, que vai ter lugar na Direção de História e Cultura Militar, em Lisboa, relativo à temática da História Militar.

Trata-se da apresentação intitulada "A Legião Portuguesa ao Serviço de Napoleão" que irá ser realizada pelo nosso camarada Carlos Alves que, para além de ser sargento-ajudante de infantaria, em exercício de funções no Exército Português, é também um dos mais antigos e dedicados elementos histórico-militares do Grupo de Reconstituição Histórica do Município de Almeida.

Foi de facto singular o percurso da chamada Legião Portuguesa, enquanto corpo militar constituído por soldados portugueses e criado no início de 1808, na sequência da Primeira Invasão Francesa. Durante cerca de 6 anos esta unidade esteve ao serviço das águias napoleónicas, combatendo por toda a Europa, tendo sido extinta apenas no ano de 1814. Talvez poucos saibam que esta unidade militar esteve integrada no exército napoleónico interveniente na invasão da Rússia, no ano de 1812!

Não temos qualquer dúvida em afirmar que se trata de um evento a não perder, para todos os apaixonados pela História Militar e pela História de Portugal, tendo principalmente em conta os conhecimentos técnicos e históricos do orador previsto para este evento.


Pedro Casimiro




sábado, 20 de janeiro de 2018

O GRHMA na FITUR 2018 (dia 20 de janeiro de 2018) - Reportagem fotográfica


Caríssimos(as),

Os soldados e os elementos civis do GRHMA ainda nem sequer entraram em território nacional, e já aqui estão algumas imagens deste evento!

Neste dia, os visitantes da maior Feira de Turismo da Península Ibérica tiveram o privilégio de contar com a presença de um destacamento destes nossos corajosos soldados e de elegantes senhoras, que deram um brilho muito especial a este evento, contribuindo deste modo para a promoção e para divulgação do património histórico-cultural do concelho de Almeida e de Portugal.




Aqui está o destacamento histórico-militar do GRHMA, composto por soldados do Regimento de Infantaria nº 23, do Regimento de Artilharia nº 4, do Batalhão de Caçadores nº 6 e do novíssimo Regimento de Cavalaria nº 11.

Como exceção do elemento do Batalhão de Caçadores, todos os demais soldados usaram as pantalonas (calças) azuis com o seu uniforme, por ser a vestimenta típica do período de inverno, usada pelos soldados portugueses no início do séc. XIX.


O nosso soldado caçador Rui Silva não usou, nem podia usar, pantalonas azuis. Antes optou por usar as suas elegantes pantalonas brancas (ao invés das apropriadas pantalonas castanhas), porque (segundo dizem...) o serrubeco (tecido de que são feitas as pantalonas dos Caçadores) lhe causa muita alergia. O Rui fez muito bem, pois a última coisa que queremos é um dos nossos soldados com alergias e irritações nas perninhas...


O nosso recruta Joni Pires estreou neste evento um uniforme do Regimento de Cavalaria nº 11, que constitui a mais recente unidade histórico-militar criada no GRHMA.


Os nossos soldados fizeram um desfile pelo recinto da FITUR, de modo a tornar conspícuos os respetivos e elegantes uniformes histórico-militares.


Como é habitual, o Município de Almeida esteve representado neste evento ao mais alto nível, através do Sr. Presidente (Eng. António Machado) e do Sr. Vice-presidente (Sr. José Alberto Morgado), tendo também marcado presença o Sr. Presidente da Mesa da Assembleia Municipal (Prof. Baptista Ribeiro), facto que é revelador do continuado compromisso do Município com a promoção e com a divulgação do concelho de Almeida.


Autoria das imagens: Paulinha e Armando Rui.


Pedro Casimiro




sexta-feira, 19 de janeiro de 2018

Lançamento da agenda cultural do Centro de Interpretação da Batalha do Vimeiro para o ano de 2018: dia 27-1-2018


Caríssimos(as),

Está agendado para o próximo dia 27 de janeiro o lançamento da agenda para o ano de 2018, do nosso já conhecido Centro de Interpretação da Batalha do Vimeiro (CIBV), sob a égide da Câmara Municipal da Lourinhã.

Aqui fica o cartaz deste evento, onde está descrito o respetivo programa, que é sem dúvida merecedor de uma visita!

A equipa responsável pela gestão deste importante espaço cultural, em articulação com o Município da Lourinhã e com os nossos camaradas e amigos da Associação para a Memória da Batalha do Vimeiro, tem sem dúvida dado um contributo relevante ao nível da promoção e da divulgação do património histórico-cultural nacional, associado às chamadas Invasões Francesas.

Para estes efeitos, estas entidades poderão sempre continuar a contar com o apoio e com a colaboração do Grupo de Reconstituição Histórica do Município de Almeida.

Mais informações acerca deste evento podem ser encontradas AQUI.


Pedro Casimiro





quinta-feira, 18 de janeiro de 2018

O GRHMA na FITUR 2018 (Feira Internacional de Turismo de Madrid): dia 20 de janeiro de 2018


Caríssimos(as),

Já teve início a 38ª edição daquele que é o maior evento peninsular dedicado à promoção do turismo e que constitui o segundo maior evento mundial deste género. Este ano o nosso país irá estar representado pela maior delegação de sempre, neste evento, sendo de assinalar a presença de 7 regiões de turismo, 76 empresas e de 5 start-ups (empresas em início de atividade).

Será mais uma oportunidade de ouro para Portugal fazer valer os seus créditos como Maior Destino do Mundo, de conformidade com a magnífica distinção recentemente atribuída pelo World Travel Awards. Como todos sabemos, o desenvolvimento da atividade turística tem sido um dos impulsionadores da economia nacional. É imprescindível a colaboração de todos na promoção e divulgação da nossa História, cultura, gastronomia e das nossas fantásticas paisagens naturais, que tanto têm contribuído para atraír milhões de visitantes ao nosso país.

E o GRHMA também vai continuar a fazer contributos relevantes nesta matéria!

Na senda do aturado trabalho e esforço desenvolvido pelo Município de Almeida, ao nível da promoção e divulgação do concelho de Almeida, o GRHMA respondeu positivamente ao convite que foi formulado no sentido de também participar neste evento.

Assim sendo, no próximo dia 20 de janeiro uma delegação de generosos voluntários  civis e histórico-militares do GRHMA irá estar presente na FITUR, em Madrid, com vista a colaborar na divulgação do trabalho que vem sendo feito em Almeida, em termos da preservação e da divulgação do património histórico-cultural nacional associado às chamadas invasões francesas, o que por sua vez constitui um elemento relevante ao nível da promoção e do desenvolvimento do Turismo Histórico-militar neste concelho.

Alma Até Almeida!


Pedro Casimiro